banner topv3

Eu quero respirar...

A FLINKSAMPA 2015 terá como tema a frase “Eu quero respirar”, uma referência ao direito de existir, de ser negro, de se ver espelhado na sociedade e de contar, de fato, com todos os direitos humanos estabelecidos.

Martinho da Vila, do Samba aos Livros

martinhoA diversidade da criação cultural e a importância de promover a reflexão sobre o papel e o protagonismo do negro na sociedade motivaram a escolha de Martinho da Vila como homenageado da edição deste ano da FLINKSAMPA. Conhecido principalmente como compositor de sambas, Martinho da Vila é também autor de 13 livros – entre infanto-juvenis, romances, ficção, literatura, música e uma autobiografia. Tem dois romances - Joana e Joanes – Um Romance Fluminense e Ópera Negra, traduzidos para o francês, e tornou-se veterano no Salão do Livro de Paris ao lançar, em março último, o seu terceiro romance no país, Os Lusófonos, livro que aliás já teve reedição em Portugal.

Sua trajetória é pródiga no registro de atitudes que mostram claramente sua posição política em defesa de questões sociais e da liberdade. Exercendo a função de jornalista, escreve artigos para O Globo, Folha de São Paulo, O Estadão, diversas revistas e, durante dois anos, foi cronista semanal do Jornal O Dia.

No início da década de 80, liderou o projeto  Kalunga organizando uma caravana de artistas brasileiros que foram a Angola para apoiar o país que se debatia em uma guerra civil que sucedeu sua independência de Portugal, e três anos depois, no projeto O Canto Livre de Angola - trouxe pela primeira vez artistas de  Angola, tão influentes na formação cultural brasileira, ao Brasil. Liderou também, e financiou as duas primeiras edições do Grupo Kizomba, promotor dos pioneiro encontros internacionais de arte negra.

Até a realização da primeira Kizomba, da qual  participaram cerca de 30 países, entre os quais Angola, Moçambique, Nigéria, Congo, Guiana Francesa, Estados Unidos e África do Sul. o Brasil estava praticamente à parte das manifestações anti-apartheid. Criou para a Escola de Samba de Vila Isabel, os seus sambas-enredo mais consagrados, além de vários temas para desfiles, dentre os quais Kizomba, a Festa da Raça que está entre os mais memoráveis da história dos carnavais e garantiu para a Vila, em 1988, seu consagrado título de Campeã do Centenário da Abolição da Escravatura.

Site Martinho: http://www.martinhodavila.com.br/

apoio

realizacao

Copyright © 2015 FLINK SAMPA Afroétnica - Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra
How to get Coral Bonus full info