barra-superior-carolina

A descoberta de um talento

Pelas mãos e pelo olhar instigante de Audálio Dantas, o Brasil conheceu o talento de Carolina Maria de Jesus. Para o jornalista, que esteve presente  no São de Atos Tiradentes para falar sobre a obra da escritora, a história de Carolina é também a sua história. "Escrevi centenas de reportagens, mas esta, até pela repercussão que tomou,  foi a mais importante da minha carreira", revela.

ImprimirEmail

Kabengele: “Nenhuma criança no mundo nasceu racista”

kabengele

Foi parafraseando o Nobel da Paz Nelson Mandela que o antropólogo Kabengele Munanga falou sobre segregação racial durante a abertura do Seminário Internacional “Ciência e Conhecimento a Serviço da Igualdade Racial – Produções e Contribuições Brasil e Estados Unidos”, na manhã deste sábado (22).

“O Estado tem a obrigação de garantir o acesso à educação igualmente para todos os membros da sociedade. É o melhor caminho para se formar a cidadania, para se combater o racismo em nossa sociedade. Nenhuma criança no mundo nasceu racista”, afirmou no início do evento.

O estudioso do racismo falou ainda que “identidade contrastiva é um processo de importante elaboração, mas a educação sozinha não é suficiente para desmantelar os preconceitos, seja racial, de opção sexual. É necessário implementar políticas públicas capazes de reduzir as desigualdades. Não basta investir apenas na educação, é preciso curar as doenças da sociedade”.

ImprimirEmail

Prefeito de Sacramento, Bruno Cordeiro fala sobre educação em abertura de Seminário Internacional

prefeito-sacramento

Um dos convidados da mesa que deu início ao Seminário Internacional “Ciência e Conhecimento a Serviço da Igualdade Racial – Produções e Contribuições Brasil e Estados Unidos”, ocorrido na manhã deste sábado (22), o prefeito de Sacramento (MG) Bruno Cordeiro enfatizou a importância de um ensino de qualidade para a transformação das desigualdades sociais.

“É um dos investimentos que nós prefeitos devemos intensificar. Investindo na educação, estamos contribuindo para um futuro melhor”, disse durante a abertura do evento, que celebra neste ano o centenário de nascimento da escritora negra Carolina Maria de Jesus, conterrânea do prefeito, com direito a exposição sobre a vida e a obra da mineira no Memorial da América Latina, em programação da Flink Sampa.

ImprimirEmail

Princesa Violeta tem sessão de autógrafos na Flink Sampa

veralinda-trofeu"A menina chegou em casa, muito brava, e questionou a mãe:
- Mamãe, existe ou não existe princesa encantada negra?
Ao que a mãe respondeu:
- Tem sim, filha! É a PRINCESA VIOLETA!
E a mãe perguntou:
- Por quê, minha filha?
- Porque hoje não me deixaram brincar de princesa na escola, dizendo que
não existe  princesa negra!
- Então cadê, o livro, mãe? Cadê o livro que vou levar pra esfregar na cara delas!"

O diálogo é real, e  menina citada é a atriz SHERON MENEZZES, e  este foi o pontapé inicial para que Veralinda Menezes iniciasse  a busca para a publicação de seu conto de fadas, " PRINCESA VIOLETA". Depois desta obra, Veralinda quebrou mais um paradigma, publicando LILINDDA, em MINHA AMIGA ROSINHA, onde personagem protagonista divide seus segredos com uma amiga imaginária, Rosinha, UM ANJO NEGRO!

Continue Lendo

ImprimirEmail

realizacao

apoio

Copyright © 2014 FLINK SAMPA Afroétnica - Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra
How to get Coral Bonus full info